Primeira lição. 1 One(Uân)

Introduzimos aqui as contrações. Note que se trata do inglês falado.
O singular is torna-se -‘s depois de um pronome e o plural are torna-se -‘re.

Anna: You’re an excellent doctor.
Mathews:Thank you, you’re very polite.
Anna: This is my brother, John.
Mathews: Hello John, i’m Mathews.
Anna: Oh dear, we’re late again.
John: It isn’t my fault. There isn’t a clock in my house.
Anna: This isn’t very difficult. Not at all. It’s easy.
Anna: She isn’t very pretty.
John: No, but she’s kind.
Anna: I’m sure this is our house.
John: No, it isn’t.

#Tradução.

Anna:O Sr. é um excelente médico.
Mathews: Obrigado, você é muito gentil.
Anna: Este é o meu irmão João.
Mathews: Oi, eu sou Mathews.
Anna:Oh querido, estamos atrasados novamente.
John: Não é minha culpa. Não há relógio em minha casa.
Anna:Isto não é muito difícil.
John: Absolutamente.É fácil.
Anna:Ela não é muito bonita.
John: Não, mas é amável.
Anna:Tenho certeza que esta é nossa casa.
John: Não, não é.

Nota: Em inglês o verbo deve ter sempre o sujeito expresso, seja um substantivo ou um pronome sujeito.

Além dos pronomes masculino e feminino (he e she) existe o pronome
neutro it, que se refere a coisas e á maioria dos animais. Para o plural, existe um só pronome, they, que significa eles ou elas.
Na contração it’s, o s é sibilante {its}.
Note bem a pronúncia de sure: “chuar”.
Significa que há uma nota especial na revisão de fim de semana.